Dicas e Ajuda

Dicas e Ajuda

Dicas e Ajuda

MANTENHA A CALMA! NÃO ENTRE EM PÂNICO! CONHEÇA NOSSAS DICAS.

Dicas e Ajuda

Se você perder seus dados, não deixe para descobrir que eles são muito importantes somente depois de confiar suas mídias nas mãos de amadores, inaptos ou curiosos, eles não estão comprometidos com as suas necessidades.

As informações que você armazena em sua mídia são insubstituíveis e potencialmente perigosas em mãos criminosas.

A primeira tentativa de Recuperação de Dados poderá ser a sua única chance de sucesso.

Na suspeita ou confirmação de uma perda de dados, interrompa imediatamente a utilização da mídia, evitando assim operações de sobregravação ou o agravamento dos problemas.

Os problemas com perdas de dados dividem-se em dois grupos, saiba como identificá-los lendo o artigo abaixo:

Problemas Lógicos: provêem de ataque de vírus ou hackers, arquivos inacessíveis, arquivos corrompidos, oscilações de tensão ou falta de aterramento na rede (provocando gravações incorretas de dados), problemas intermitentes no hardware e sistema operacional (do computador), software de má qualidade, programas com “Bugs”, sabotagem ou mesmo formatação e arquivos deletados (acidental ou proposital), etc.

Na grande maioria dos casos as mídias poderão ser reaproveitadas após o processo de recuperação.

Defeitos Físicos: provêem do mau funcionamento da mídia [Disco Rígido (HD)], mídias fotográficas, componentes eletrônicos danificados, deterioração por mofo e fungos, desmagnetização da superfície, riscos (scratched) em HDs ou CDs e DVDs, deterioração de superfícies, setores defeituosos, exposição à condições adversas, quedas, sabotagem , vandalismo, etc.

Características: HDs apresentando ruídos incomuns, não sendo detectados pelo setup do computador, não giram o motor, dificuldades de leitura, etc.

Normalmente as mídias com defeitos físicos são descartadas após o processo de recuperação.

Atenção: Por falta de conhecimento ou sugestões equivocadas, os clientes são levados à tentativas de recuperação de dados inadequadas, agravando o problema e em casos extremos inviabilizando o processo. Se ocorrerem perdas de informações e não houver backup, não tente recuperá-las.

Programas gratuitos ou de baixo custo, normalmente baixados da internet, destroem severamente seus dados e deixam seu computador vulnerável. Tecnologia custa caro!

Nossos laboratórios estão equipados com tecnologia conceituada como “estado da arte”, ou seja, possuímos o que existem de melhores e mais recentes recursos para atendê-los.

OBS: Permitida a reprodução e divulgação total ou parcial desta publicação e de seus tópicos, desde que citada a fonte: Proelbra Tecnologia Eletrônica Ltda.

ÍNDICE ESTATÍSTICO PARA PERDA DE DADOS EM HDS

Índice Discriminação
47 % Defeitos Físicos (Hardware)
26 % Falha Humana (deletar, formatar, etc)
14 % Ataque de Vírus ou Hacker
 5 % Falhas (Bugs) de Programas ou Sistema Operacional
 4 % Picos, Falhas ou Transientes Elétricos
 2 % Descargas Atmosféricas (raios)
 1 % Falhas de Hardware ou Componentes
 1 % Sabotagem

DICAS, CUIDADOS E ORIENTAÇÕES PARA HDS

1- Procure reparar se o HD esta fazendo algum ruído estranho como estalos ou batidas. Verifique se o HD efetua leituras com dificuldades ou com lentidão. Nestes casos, desligue imediatamente o HD para não danificar ainda mais o mecanismo ou a superfície dos discos;

2- Ligando o computador verifique se a BIOS (Setup) detecta o HD fisicamente, se negativo trata-se de problema físico;

3- Se o HD for reconhecido pelo Setup, dê um boot com disquete ou um PenDrive (preparado para isso), e verifique se o HD consegue ser visualizado (exemplo: unidade C:), se bem sucedido efetue a cópia dos arquivos desejados (por ex: via DOS se factível), para outra mídia;

4- Após a constatação do problema, não tente reparticionar, reformatar ou mesmo reinstalar o sistema operacional;

5- Não tente corrigir o problema utilizando algum programa utilitário como SCANDISK, NORTON ou OUTROS !!! Isso corromperá ou destruirá seus dados!

6- Nunca utilize programas que se propõem a recuperar dados adquiridos pela Internet ou por intermédio de curiosos e “Pirateiros”, eles corrompem e destroem permanentemente seus dados. Ferramentas confiáveis e eficientes custam milhares de Dólares;

7- Temos apresentado resultados gratificantes para os clientes cujos serviços foram mau sucedidos por outras empresas;

8- Recomendamos que ao encaminhar o seu material para a nossa empresa, o mesmo seja devidamente protegido e embalado para se evitar o aparecimento ou agravamento dos danos devido ao transporte;

9- Jamais abra um HD, esta tarefa somente deverá ser efetuada por profissionais qualificados e em ambientes adequados;

10- Colocar o HD no freezer para recuperar dados é mito, não existem embasamentos técnicos que justifiquem tal procedimento, as fortes contrações térmicas causadas pelas baixas temperaturas e problemas com condensação de umidade provocam danos gravíssimos e irreparáveis, (dúvidas, consultar o fabricante);

11- Nunca energize ou tente fazer funcionar HDs que sofreram quedas ou fortes impactos, isso pode promover o agravamento dos defeitos e em alguns casos, levar a resultados negativos;

12- Muita atenção ao utilizar mídias com recursos de codificação, auto criptografia integrada, Secure Self-Encrypting Drives (SED), etc., pois os mesmos podem inviabilizar processos de Recuperação de Dados;

13- HDs mantidos sem funcionamento por longos períodos podem apresentar defeitos físicos, não recomendamos intervalos maiores que 15 dias sem energização;

14- Proteja seus equipamentos contra incidências de transientes, descargas, surtos e falhas da rede elétrica, investindo em equipamentos de “NoBreaks” (UPS) de boa qualidade. Estabilizadores não são recomendados;

15- Somente desconecte dispositivos externos (Pen Drives, HDs, etc.), após se certificar que todas as operações de leitura/escrita foram concluídas;

16- Após desconectar HDs externos deve-se aguardar alguns segundos antes de manuseá-los, pois possuem componentes internos sujeitos à ação de inércia (conservando movimentos), condição em que o dispositivo apresenta maior fragilidade;

17- Providencie espaços adequados em volta de seus equipamentos, remova objetos que possam dificultar ou obstruir a circulação de ar e comprometer sistemas de ventilação e arrefecimento, evitando assim os indesejáveis efeitos de superaquecimento;

18- Equipamentos que entrarem em contato com líquidos, devem ser imediatamente desligados (incluindo suas fontes de energia) e não tente ligá-los novamente, mesmo quando “parecerem secos”, pois poderá haver resíduos de contaminantes, elementos corrosivos, oxidantes e condutivos elétricos. O tempo decorrente entre o evento e a Recuperação dos Dados será determinante para o sucesso dos trabalhos;

19- Utilize preferencialmente seus equipamentos em ambientes climatizados;

20- Mantenha seus computadores protegidos utilizando e, sempre mantendo atualizado, bons programas de antivírus e firewall;

21- Desenvolva o hábito de ler e consultar o manual do fabricante.

MÍDIAS FOTOGRÁFICAS – PEN DRIVES – SSD

Somos pioneiros no Brasil em recuperação de dados em mídias fotográficas e considerados “Referência Nacional” pelos principais fabricantes. Baseados em nossa gama de experiência, criamos abaixo uma lista de sugestões para melhor utilização das mídias, que objetivam a prevenção de problemas e aumento de sua vida útil:

1- Cuidado com a marca da mídia que você compra, procure não só pelo preço, mas principalmente pela qualidade, se preferir antes de efetuar a aquisição de seu novo cartão, consultem-nos sobre as melhores marcas;

2- Muito cuidado quanto a procedência de sua mídia, procure comprar somente em lojas que trabalhem com materiais profissionais ou representantes oficiais dos respectivos fabricantes, a maioria das mídias encontradas à venda no mercado não são originais. Compras no exterior não proporcionam garantia de originalidade e/ou qualidade;

3- Evite deixar a mídia próxima a equipamentos que emitem sinais de rádio freqüência (RF) ou que possam gerar cargas eletrostáticas;

4- Evite o transporte do equipamento em malas de viagem que possam ser expostas a sistemas de Raio-X em aeroportos;

5- Não deixe os cartões próximos de monitores ou televisores com CRT, aparelhos celulares e equipamentos similares;

6- Não jogue roupas de lã ou de tecidos sintéticos sobre o equipamento. Acumulam eletricidade estática;

7- Nunca toque ou aproxime os dedos dos terminais (contatos) dos cartões ou Pen Drives;

8- Espere o dispositivo completar a operação de agravação, acesso ou transferência dos dados (fotos, arquivos, etc.) na mídia, observe quando o respectivo indicador parar de piscar, pois isso pode resultar na perda de dados ou defeitos na mídia;

9- Faça backup em pelo menos duas mídias diferentes (por exemplo: HD, CD, DVD, etc.);

10- Se fizer em CD ou DVD, faça sempre um mínimo de duas cópias, é barato e razoavelmente seguro;

11- Nunca utilize a capacidade máxima da mídia, deixe uma folga mínima de 2 a 5 fotos;

12- Não dependa apenas de um cartão com muito espaço, prefira vários de menor capacidade e distribua o trabalho;

13- Em caso de perda de fotos não formate ou reutilize as mídias para não sobre-gravar e destruir permanentemente os dados;

14- Softwares amadores para recuperação de fotos, que são distribuídos gratuitamente ou a baixo custo pela Internet, acabam destruindo ou corrompendo de forma definitiva os arquivos. Avalie a importância de suas fotos antes de se arriscar;

15- Não esqueça de que equipamentos sempre podem dar defeito, busque o melhor custo/benefício;

16- Se possuir um adaptador de PC ou MAC para cartões, prefira deletar as fotos pelo próprio Computador ao invés da máquina;

17- Não compartilhe seus cartões com outras máquinas;

18- Cuidado para não submeter sua mídia à esforços, pressões ou torções mecânicas, sob o risco de danificar componentes internos;

19- Se a mídia apresentar qualquer indício de defeito físico, não forçar o seu funcionamento, pode agravar criticamente o problema, atenção para mensagens “Card Error, Card Format, Erro de CHA, etc”;

20- Não exponha sua mídia a condições de temperatura e umidade que ultrapassem os parâmetros estabelecidos pelo fabricante;

21- Não exponha sua mídia à poeira, sujeira, areia, solventes, produtos orgânicos ou outros materiais contaminantes;

22- Certifique-se de estar com as mãos limpas e secas ao manusear suas mídias;

23- Os tópicos acima, relacionados com elementos que danificam as mídias, possuem o fator acumulativo como forte agravante;

24- Em caso de exposição a líquidos, desligue e remova imediatamente qualquer fonte de energia (incluindo pilhas e baterias) e não tente ligar novamente o dispositivo, mesmo que aparentemente seco, pois poderá haver resíduos de contaminantes, elementos corrosivos e condutivos elétricos;

25- Desenvolva o hábito de ler e consultar o manual do fabricante.

Para maiores esclarecimentos ou dirimir dúvidas, entrar em contato conosco.